FICA começa dia 20 e se consolida como principal festival de cinema ambiental da América Latina

Começa no próximo dia 20 de junho o maior festival de cinema ambiental da América Latina, o FICA – Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental. Realizado até o dia 25 deste mês, na histórica Cidade de Goiás, o FICA chega à 19ª edição consolidado entre as mais importantes mostras do mundo com foco na temática de meio ambiente. Além da mostra competitiva, que reúne 25 filmes de 11 países, ocorrem simultaneamente conferências e oficinas. Está prevista, ainda, extensa programação musical e de manifestações culturais.



Os filmes selecionados para o FICA 2017 lançam luz sobre problemáticas atuais e de grande interesse social. Dentre os temas abordados pelos documentários brasileiros, por exemplo, está a sustentabilidade de grandes eventos esportivos (“Contagem regressiva”, RJ); o genocídio contra os índios Guarani Kaiowá (“Martírio”, PE); ou a epidemia da depressão (“Tarja Preta”, PE).


Dentre os filmes estrangeiros, o destaque é para o premiado curta metragem “El Buzo”, que conta a história do chefe da equipe mergulho responsável pela coleta de lixo do sistema de drenagem da Cidade do México. Selecionado para festivais como Sundance e Berlim, o documentário ganhou como melhor curta no Festival Europeu de Filmes Independentes. Outros destaques são “El ruído de los trenes”, que conta a história de uma vila chilena, que prosperou nos tempos áureos das linhas férreas e, hoje, está prestes a desaparecer; e “L´Ours Noir”, uma ficção franco-belga de humor, gênero mais raro em mostras competitivas.


O FICA recebeu um total de 363 inscrições em 2017. Dos 25 filmes selecionados, que concorrem a prêmios que totalizam R$ 280 mil, 10 são estrangeiros e 15 brasileiros, sendo quatro produções goianas. Presidente do Júri do festival, Rodrigo Cássio explica que há um compromisso do FICA em fomentar a produção cinematográfica no Estado de Goiás. No entanto, complementa, “os filmes de Goiás [que concorrem no festival] são de alto nível e teriam sido selecionados mesmo se não houvesse a obrigatoriedade de uma cota para os mesmos”.


O júri da mostra competitiva é composto por Ilda Santiago, Marília Rocha, Sandra Kogut, Dora Jobim e a norte-americana Michelle Stethenson.


Cinema

Para o presidente do júri, Rodrigo Cássio, a edição do festival este ano está mais cinematográfica. Ele conta que, em anos anteriores, participavam produções voltadas para a TV. Em 2017, além de selecionar obras cujo discurso fosse o meio ambiente, também houve a preocupação de escolher aquelas cuja linguagem também fosse específica para o cinema. Ainda assim, Rodrigo afirma que o principal critério de escolha de filmes para a mostra competitiva foi a qualidade.


Inédito

A abertura do FICA este ano contará com a exibição do filme “Caminho do Mar”, do diretor Bebeto Abrantes. Bebeto tem extensa passagem por canais como Globo, Futura, Discovery; e recebeu prêmios no New York Film Festival, além de ter sido finalista do Emmy Awards 2000 e 2005. O documentário, que será exibido pela primeira vez durante o FICA, conta a história do Rio Paraíba do Sul, que abastece a região metropolitana do município do Rio de Janeiro.

Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica) 2017

Contatos

Mara Moreira (61) 99987-6560 (imprensa)

Adriano Marquez (62) 98346-9995 (imprensa)

Maria Inês da Veiga Jardim (62) 99959-2821 (produção)

Para fotos, acesse http://goo.gl/NfpY3D

Destaques
Arquivo

Photo Agência

Fale Conosco

Fone

55 61 3963-5119 / 9 9333-1691

Endereço

CLSW Qd. 103 - Bloco A - Loja 37 - Ed. Rhodes Center II - Sudoeste - Brasília/DF - Cep. 70.670-521

Desde 1995 oferecendo informação com arte. Todos os Direitos Reservados.